quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Familia...amo vocês!!!

Visitando o blog da vovó Helô me deparei com o tema sobre familia, como já estava pensando em postar sobre isso, cá estou.
Eu tenho 02 irmãs mais novas que eu, Andressa(27) e Rafa(22), a gente se dá super bem, na verdade nem sempre foi assim, eu e a Andressa tivemos alguns probleminhas na adolescência, e a Rafa sempre foi a irmã mais nova chata, mimada e café com leite nas brincadeiras (tinha que incluir ela, senão o pai não deixava a gente brincar da rua).
Quando a gente era criança inventavamos muitas brincadeira, a gente tem um monte de primos da mesma idade, então a gente se reunia e brincava, brincava, brincava...
Brincava de casamento atrás da porta, brincava de pular elástico, de casinha, de guerra de água (com vidro de desodorante), brincava de carrinho de rolimã, bola, bicicleta e até de pular valeta(errggg). Mas era muito legal, a gente ia pra casa só de noite e tinha que tomar banho de se esfregar pra tirar a "craca".
Quando ficamos mais adultas, eu e minhas irmãs, começamos a nos dar melhor, daeh todo mundo já namorava e éramos bem cúmplices uma da outra, mas também tinhamos muita amizade com a nossa mãe, que sempre esteve a par de tudo que acontecia com a gente, era mais amiga do que mãe (e ainda é).
Quando eu casei foi muito ruim sair da casa dos meus pais, onde eu era protegida e tinha tudo muito fácil, para ir me virar sozinha junto com meu amor, nos primeiros dias ficava chorando escondida, com o passar dos dias eu me acostumei, mas tinha algo dentro do meu coração que não ia bem, quando chegava começava a anoitecer, começava me dar um pânico, um medo, sei lá,um pressentimento ruim.
No dia 06 de julho (04 meses depois do meu casamento) a gente tava assistindo o dvd do casamento que tinha ficado pronto (depois de muito stress), e meu pai começou a passar mal, levamos ele pro hospital, mas não adiantou nada, ele faleceu meia hora depois.
Geeeeeenti do céu, ficamos sem chão, foi um choque, um baque, uma tragédia, meu paizinho de 45 anos estava morto.
Depois disso a gente se apegou ainda mais, eu fiquei quase 03 meses dormindo na casa da minha mãe com o Rogério, não queria ficar longe da minha mãe e das meninas.
Minha mãe ficou meio sem motivação sabe, porque meu pai era o companheiro inseparável dela, chegava a irritar o jeito que o pai ficava disputando a mãe com a gente, rs, mas então chegou a Nathalia, ela veio alegrar nossa vida, ela veio preencher o vazio que ficou quando o meu pai se foi, ela veio fazer a gente sorrir.
Meu pai era louco por crianças e sonhava em ter netos (homens) rs, mas infelizmente não teve tempo de conhecer a Nathalia.
Hoje somos muito unidas, minhas irmãs estão sempre lá em casa com seus namorados e minha mãe também é claro, eu não vejo a hora de ter mais crianças na nossa familia, ter sobrinhos e a Nathalia ter priminhos, tenho certeza que se meu pai tivesse aki ele seria o mais orgulhosos e babão dos vovôs.
Mãe, Drê e Rafa nós lá em casa (eu, Rô e Nathalia) amamos muitos vcs!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...