segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Quarteto de 5!


Eu já postei aqui, que tenho amigas que amooooooooo há 15 anos e que nunca perdemos o contato, sábado foi o aniversário de 04 anos da filha da minha amiga Fran e nos encontramos todas lá, tava muito legal e as crianças também se divertiram muito.
Quando entramos no segundo grau eu e a Susi (minha amiga de infância) iniciamos juntas o Curso de Artes Cênicas no Colégio Estadual do Paraná e lá conhecemos a Lely, Fran e a Lita e nos tornamos grandes amigas, formamos ali o Quarteto de 5 (coisa de adolescente), vivíamos juntas, gazeavamos aula pra tomar chopp no Muller, nos finais de semanas íamos pro 1250 (uma danceteria que tinha na época), sempre posavamos todas na casa de uma pra uma boa bagunça, e ríamos muuuuuuuuito de tuuuuuudo, que saudade no nosso tempinho de adolescente.
Nunca perdemos o contato, nunca nos distanciamos e estamos sempre participando da vida uma da outra, casamentos, chás de bebês, nascimento dos filhos e agora os aniversários deles.
Tenho orgulho de ter amizades tão duradouras e verdadeiras, são poucas as pessoas que tem o privilégio de ter amizades tão antigas e por isso me sinto privilegiada.
A gente torce para que nossos filhos também sejam amigos, inclusive tem uma situação bem
engraçada, quando conheci as meninas foi amizade a primeira vista e sempre comentava delas em casa, falava de todas mas uma delas chamou a atenção da minha mãe que achou muita coincidência eu falar que a Angelita tinha perdido a mãe aos 08 anos e que ela morava na Vila Oficinas, ela pediu pra eu perguntar se o nome da mãe dela era Nelci e quando eu perguntei fiquei surpresa com a resposta positiva, a mãe da Lita foi amiga de infância da minha mãe mas depois que casou e teve os filhos eles se mudaram para a Vila Oficinas e minha mãe nunca mais viu a amiga dela, ela soube quando a amiga morreu, foi no enterro e sentiu demais a morte dela, se emocionou ao rever a Lita e saber que éramos amiga.
Esse mundo é um ovo de codorna mesmo, fui virar amiga da filha da amiga da minha mãe (deu pra entender???), que coincidência linda né!

Todas nós já temos filhos e agora a Lita tá grávida e é tão legal saber que éramos adolescentes irresponśaveis e tinhamos tudo para levar uma vida meio torta mas não, nos tornamos mulheres responsáveis, mãe, esposas e trabalhadoras e o melhor de tudo, continuamos amigas.
Na época a gente cantava: - Amigas para sempre é o que nós iremos ser, na primavera ou em qualquer das estações, nas horas tristes e nos momentos de prazer, amigas para sempre!!!

E podemos continuar cantando, espero que para sempre!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...