sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Trabalhar ou ficar em casa???




Desde que tinha 05 meses a Nathalia fica na creche, a semana que antecedeu a minha volta ao trabalho foi a pior fase da minha vida, nunca chorei tanto, comecei a fazer a adapatação com ela na creche, deixava ela lá e saia chorando, chegava em casa e chorava o tempo todo, olhava o quartinho dela e ela não tava ali, que sentimento horrível, quando eu ia buscar (umas 03 horas depois), as educadoras me falavam que ela tinha ficado bem e tal (e eu nunca acreditava), eu chegava em casa e olhava pra ela e chorava muito, parecia que ela estava triste (mas triste tava eu), meu marido me ligava durante o dia e eu já abria a boca, quase desisti de voltar a trabalhar, mas algumas amigas (mães) me aconselharam a ser firme e voltar, que era normal eu estar me sentindo assim, mas que quando eu começasse a trabalhar mesmo seria mais fácil, até que chegou o dia do meu retorno ao trabalho, eu fui trabalhar, mas meu coração ficou lá nakela creche junto com a minha filha, ainda amamentava ela (desmamei ela com 06 meses), e foi muito dificil, pensava nela o tempo todo, mas sobrevivi e ela também!
Apesar de tudo, hoje vejo que foi bom sabe, ela ficou mais independente, mais esperta, antes ela estranhava as pessoas, só dormia depois de muito tempo balançando (eu dei o costume, rs), depois que foi pra creche, começou a dormir sozinha no berço, tinha os horários certos para tudo.
É claro que até hoje me sinto culpada pelo fato de ficar tão pouco tempo em casa, eu chego as 18:00 e não faço nada em casa, brinco com ela, dou banho, dou janta, canto, danço, faço cabaninha, enfim viro uma criança junto com ela, e acho que é isso que vale, tem muitas mães que estão o dia todo com seus filhos mas andam tão estressadas de ficarem só em casa que acabam por não aproveitar os momentos tão preciosos que não voltam nunca mais.
Hoje ela adora ir pra creche, quando eu chego em casa ela se esconde atrás do sofá (ela chega antes de mim, vem de escolar e fica com a minha prima Carol, até eu chegar) quando eu entro na porta, ela sai lá de trás e diz: Supesa!!! (surpresa) e corre me abraçar, daeh me conta tudo, que ela comeu arroz no papa, que comeu bolo, que a Tia Tais deu o remédio, que fez xixi no vaso, que brincou no parquinho e até que mordeu o Uciano (Luciano).
Estive de férias o mês passado e ela ficou comigo em casa, alguns dias tive que levar ela na creche para brincar com os amiguinhos, ela sentia falta até da tia do Escolar.
Então apesar da falta que sinto dela, sei que o pouco tempo que fico com ela a noite e nos fins de semana, já valem muito a pena, porque dou toda a minha atenção e amor e ela é uma criança muito amada e feliz.
Obrigada Tia Tais, Tia Edna, Tia Rose e agora Tia Luana, pela atenção e amor com que cuidam do meu maior tesouro!
Nas fotos acima, a Nathalia (de verde) e a Esther (de rosa) na creche, na segunda foto a minha flor com a maior carinha de sapeca.

6 comentários:

Michele Rosa disse...

E como ela é linda, Danny, uma modeusa, como costumo chamar Laís!

Laís é minha modeusa peruca, por conta dos cahinhos, hehehehe

Ela tb fica na escola desde 1 aninho e adora, eu já não tive muita neura, muito pelo contrário, adorava incentivar a independência, pois lá ela teria muito o que curtir e dividir com os "do tamaninho dela"!

Hoje, a turminha de jardim dela tem 20 alunos, ufa são muitos!!!

Bjos e é muito ter amigas por perto para nos darem uma luz nesses momentos mais difíceis da nossa vida!!!

Rafa e Tiago disse...

Essa eh a flor da titia!!!
Tah mto esperta mxmo... Fala de tudoooooo... Esses dias tava chegando do trabalho e qdo virei a esquina avistei ela e a mami vindo da casa da Biza (bizavó) as duas de sombrinha mas nem tava chovendo rs... Qdo ela me viu largou a sombrinha no chão e veio correndo me abraçar!!! (nossa fiquei me sentindo neh... rs) Lembro de quando eu era criança que fazia isso com as pessoas que gostava!
Aí ela falou pra mim... - Titia Rafa vc vai papar tbm???... Eu disse que sim, sentamos na mesa para jantar e a mãe foi dar o papá pra ela, aí ela disse: - Não vovó! Deixa que eu papo sozinha!! rs
Acho o máximo observar o qto nossa princesa está inteligente e esperta!!!
Amo essa gatinha!!!

Bjusssssss

Danny disse...

Então Mi, sofri muito quando deixei minha pequena na creche, mas também, ela só tinha 05 meses né, mas hoje apesar de sentir muita falta dela, vejo que foi melhor, ela é super sociavel, rs. Mande fotos da Laís no meu e-mail para que eu possa conhece-la, beijos!
Rafa, a Nathalia é a alegria da nossa casa mesmo, ela está numa fase muito engraçada, uma fofa! Beijus!

Simone - Mariana minha flôr disse...

Danny, uma semana antes de eu voltar a trabalhar não sabia onde ia eixar a Mariana, acredita, ela ia ficar com uma pima, mais o filho dela é pequeno e ia terque ficar junto meio período e não ia dar certo e minha tia tb nõ tem muita paciência, tb não ia dar certo, a Mariana já era agitada imagina como ela ia ficar, perdi noites de sono, chorava escondida, já estava quase decidida em parar de trabalhar, qdo surgiu uma luz, a tio de meu marido, ela é a calma em pessoa, o filho dela já era moço, trabalhava, ela mora na casa do fundo de minha sogra. Pedimos para ela e aceitou na hora, dise até que ia pedir mais ficou com vergonha, pago ela por semana, acho justo, foi a melhor coisa que fiz, a Mariana adora ficar lá.
Nunca me culpei, até ia trabalhar sossegada, mais agora estou sentindo muita falta de ficar com ela, acho que pela idade que ela está, que é uma delícia, minhas férias é só em dezembro, vou ter que aguentar até lá, vai ser minha primeira férias com ela pq mudei de emprego um mês antes de pegar férias no outro emprego.
Nossa escrevi demais, rsrrs
Beijocas

Heloísa disse...

Danny,
Gostei muito de conhecer seu blog. Concordo com você. Essa primeira separação é muito dolorida, mas necessária, como você mesmo disse. O caso é que durante a vida toda são muitas as separações que as mães têm que enfrentar, em relação aos filhos. Você leu sobre isso no meu blog?
beijos
Heloísa

Danny disse...

Oi Helo, é claro que li sobre isso no seu blog e fiquei imaginando o que ainda terei que passar, são tantas fases né, tanta saudade ainda sentirei, e tantas lágrimas derramarei, mas com certeza quantas alegrias ainda terei!!! Filhos, filhos, filhos, os únicos responsáveis por tudo isso!!! Beijus!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...