segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Nós três!

Quando voltamos da maternidade com nosso "pacotinho" nos braços não podiamos imaginar a mudança que nossa casa, aliás que nossa vida teria.
Até então a Nathalia tava ali na barriga, já tinha mudado um pouco, porque estavamos nos preparando para sua chegada, a empolgação do enxoval, montar o quartinho, imaginar como ela seria, sem contar os chutes na barriga que ela fazia questão de dar sempre que o papai colocava a mão e conversava com ela (ele se achava).
Mas mesmo estando na barriga, a gente saia pra onde queria, podia estar chovendo, ventando, frio, calor, era simples, se arrumar e sair, ponto. Dormiamos até tarde, se tava chovendo e frio deitava em baixo das cobertas e ficava assistindo filme. Quando alguém ia jantar em casa a gente ficava até altas horas batendo papo e nem gostava muito de convidar gente com criança (são muito bagunceiras, rs), minha casa era impecavelmente limpa, eu ficava faxinando no sábado o dia todo, ou então resolvia fazer tudo na sexta (ia dormir quase 03:00) pra poder ter mais tempo pra não fazer nada no sábado, rs.
Mas então, no dia 22 de maio de 2006, o que era apenas uma barriga, uma expectativa, deu o ar da graça e chegou trazendo muitas alegria mas muita mudança também.
Minha mãe se mudou pra minha casa por 15 dias (isso foi ótimo), era um entra e sai de gente o tempo todo, sem contar que meu leite demorou pra descer e a Nathalia não conseguia mamar, daeh eu e minha mãe ficava cada uma com uma esgotadeira tirando o leite pra dar com colherinha pra ela, e o Rogério lá junto (situação mais deprimente).
Pra quem dormia a noite toda até quase 11:00 da manhã, acordar 450 vezes durante a noite (em pleno inverno Curitibano) pra amamentar e trocar era um verdadeiro sacrifício.
Mas superamos todas as dificuldades e nos adaptamos bem!
Não imagino mais a nossa vida sem a Nathalia, ela veio pra somar, pra nos tornar uma familia, para fazer de mim e do Rogério um casal ainda mais abençoado!
Hoje minha casa é uma bagunça de brinquedos e adoro receber visitas de casais com filhos (continuo achando crianças bagunceiras, inclusive a minha, rs).
Mas tudo compensa.
Como é bom acordar de manhã com a vozinha tão doce da Nathalia me chamando, como é bom tomar banho junto com ela cantando as várias musiquinhas da creche, como é bom rolar no chão da sala fazendo cócegas e ouvir akelas gargalhadas gostosas, como é bom levar ela pra nossa cama e ficarmos ali, os três, abraçadinhos.
Ah! Jesus! Como sou grata a Ti, por essa familia tão linda que o Senhor me deu! Obrigada Pai!


"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela" (Salmo 127:1).

11 comentários:

Fernanda disse...

Oi, Danny! Eu me identifico muito com teus posts, acho que somos meio parecidas. Ontem eu fui num chá de bebê, e vi várias mulheres falando que tem pena de quem casa e é mãe cedo( fui mãe com 22 anos)que não pode aproveitar a vida. Pois eu acho o contrário, comecei a aproveitar muito mais a vida depois que a minha filha nasceu. Não acho de jeito nenhum que ela seja um peso para mim, e sim uma ótima companhia. A minha casa fica muito bangunçada, a cama apertada, o cansaço é grande, mas o sorriso da minha pequena quando chego em casa, pra mim é TUDO! Eu também amo muito a minha família de três!
bjs
Fernanda

Danny disse...

Oi Fer, é verdade, ser mãe é a melhor coisa do mundo, é tudo tão divertido e maravilhoso que até esquecemos que não podemos mais dormir até tarde, sair sem ter hora pra voltar, ter a casa sempre limpa e organizada, porque ver nossas princesas crescer saudável e cheia de vida é o mais importante.
Que bom que está sempre aki, gostaria muito de conhecer vc e sua princesa, manda foto no meu e-mail: dannysas@hotmail.com, Bjs!

Giovana - Presente de Deus disse...

Oi Danny!! Vim retribuir a visita!! Seu cantinho é muito bonito e sua filha é lindaaaa!!!
Adorei seu post! Realmente, depois q nos tornamos mães a vida muda completamente, por isso temos q estar preparadas, independente da idade, isso vai da pessoa. Temos q abrir mão de muita coisa, coisas q prá mim não fazem sentido mais... Prefiro ter a casa cheia de brinquedos, bagunçada, ter horários e ouvir aquele toquinho de gente me falando "mamãe eu te amo!!", ver aquele sorriso lindo...aiai. Bom demais!!! Bjs!!
Cláudia Santos e Gigi

Patrícia Angélica disse...

Danny, apesar de minha família ser só de dois, eu e Giovana, concordo com tudo que vc falou! A minha vida faz sentido agora. Sempre durmi muito e foi só engravidar da Giovana que nunca mais durmi! Eu sentia azia a noite inteira e achava que meu bebê seria uma bola de pêlo! Giovana nasceu careca. Rsss. Eu não comia peixe de jeito nenhum. Grávida tinha desejo de comer peixe todos os dias. Minha alimentação e qualidade de vida melhorou muito, porque me preocupo em comer coisas saudáveis, pra que ela coma. E o melhor: minha princesa come frutas, legumes e verduras. Quer fazê-la feliz é só dar salada de tomate! Mudou realmente tudo, mas hoje posso dizer que sei o que é ser feliz e ser amada! Achei linda a foto de vocês três! Beijos

Nina disse...

Com certeza, vocês merecem todas as bençãos, e muitas mais! Que família bonita!

(Menina, eu nunca soube o que é acordar de noite por causa da minha menina... Com 15 dias ela já dormia a noite toda... Acaroda muito mais quando estava grávida, para fazer xixi...)

Ah, já disse em outro post, mas repito, por favor, leia o seu e-mail!

beijos!

Thais disse...

Que dedicatória mais linda...
vale guardar para ler daqui há alguns anos
beijos

Dri disse...

Família com Cristo é realmente linda!!!!!!!

Simone - Mariana minha flôr disse...

É Danny a vida nunca mais será a mesma antes dessas riquesas, acho é que é bem melhor, às vezes saimos só eu e meu marido, deixo a Mariana na minha sogra, mais não tem mais graça, vamos embora logo e o assunto é sempre ela.
A minha casa tb tá sempre aquela bagunça de brinquedos, antes não ia dormir se não arrumasse tudo, agora estou largando um pouco a neura, deixo do jeito que está, no outro dia dou uma juntada, rsrsrs.
A vida à três é muito boa.
Beijos!

Dri Viaro disse...

Danny, uma criança em casa muda tudinho né
e tras muita felicidade, nao da pra se imaginar sem um filho na vida depois que se tem um né, é maravilhoso

bjao

Angélica disse...

É Danny, acho que essa vida a três definitivamente É BOA DEMAIS!
Nós 3 lá em casa somos muito unidos, vamos juntar pra todo lado e se estamos trabalhando ou em trânsito, só sabemos falar do pequeno lindo e maravilhoso.
Ele tá numa fase muito gostosa. Vai fazer 2 aninhos dia 30 agora!
Eita, será que mãe é tudo boba assim mesmo?
Beijos pra vcs 3 que são uma família linda!

~ઇ‍ઉ~Jaqueline Veloso~ઇ‍ઉ~ disse...

Deus abençoe sua família!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...