sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Eu ainda sofro!

Fazem 03 anos e 01 mês que a Nathalia vai pra creche e eu ainda sofro, todos os dias quando vou trocar o pijama e colocar o uniforme e dar a mamadeira (sim, ela ainda mama) me dá uma vontade de jogar tudo pro alto e dizer assim: - Filha vc não vai mais pra creche e a mamãe não vai mais trabalhar, vamos ficar juntinhas o dia inteiro e viver felizes para sempre.
Ser eu falar pra vcs que gosto de trabalhar, que me sinto realizada profissionalmente eu vou estar mentindo, eu gosto mesmo é de ficar em casa cuidando da minha filha, acho que essa seria a melhor profissão, ser mãe em tempo integral, mas a situação financeira não me permite e preciso ficar longe da minha pequena o dia todo para poder dar tudo de melhor para ela, mas sempre me questiono se vale a pena.
É lógico que concordo que indo pra creche as crianças ficam muito espertas, independentes, desenvolvem melhor a cordenação motora, intelectual, aprendem a dividir brinquedos e compartilhar brincadeiras, na verdade quando coloquei a Nathalia na creche eu tinha o opção de deixar ela em casa com a minha prima, mas isso nem passou pela minha cabeça, porque se fosse pra ela ficar em casa eu só deixaria se fosse com a minha mãe mas minha mami trabalha e não podia cuidar, então optei pela creche, na verdade foi a melhor escolha, lá ela aprendeu muuuuuuuuuuuuuuitas coisas e continua aprendendo, mas hoje percebo que ela gosta de ficar em casa, quando acorda no sábado e vê que estou lá, ela diz: - Mãe hoje eu não vou pra creche??? E quando respondo que não, ela vem correndo me abraçar e diz: - Ebaaaaaaaaa! Vou ficar com vc!!!! Gentiiii isso me quebra.
Todos os dias ela me conta muitas coisas da creche, com quem brincou, com quem brigou, porque brigou, as atividades que fez, as músicas que aprendeu, o que almoçou ou lanchou, sei que ela gosta muito das educadoras e sei os amiguinhos que ela mais gosta e akeles que ela não tem muitas afinidades, mas mesmo gostando de estar lá a preferência dela seria estar em casa com a mamãe, pra falar a verdade ela não sofre, quem sofre sou eu, rs.
Acho que fiquei pensando nisso hoje, porque de manhã quando fui colocar o uniforme ela acordou e me disse bom dia, me deu um sorriso lindo e dormiu de novo, eu terminei de trocar e dei a mamadeira e enquanto ela mamava eu fiquei falando no ouvido dela que a amava muito, que era pra ela obedecer as tias da creche, não brigar com os amiguinhos e que de tarde a gente se via e íamos brincar muito./a>

Ainda bem que hoje é sexta e tenho 02 dias pra ficar com ela e curtir muuuuuito, quero dar uns 35245586862 milhões de beijos, abraços, apertos e mordidas nakelas buchechas rosadas, rs.
Bom final de semana para todas! Bjs!

*Todas as fotos são da creche, imagino a bagunça que não fazem lá, apesar de sentir muita saudade dela o dia todo, eu sei que ela está muuuuuito bem cuidada.

14 comentários:

Simone - Mariana minha flôr disse...

Sei muito bem oque você sente pois também tenho as mesmas angustias, mais o sacrificio a de ser compensado, é para o bens delas a convivência com a diferença, tenho certeza que se tornarão mulheres do bem e serão felizes.
Então vamos aproveitar esses dois dias que estão aí e curtir bastante.
Beijos

Patrícia Angélica disse...

Amiga, essa vida moderna é tão difícil, né? Também sofro por ter que deixar a Gigi com a Babá e vou sofrer ainda mais no próximo ano que ela irá para a nova creche. Já levei ela lá e ela nem queria ir embora, mas sei o quanto ela sente falta. Ontém ela ficou em casa com o pai e quando acordou chorou muito. Daí ela disse que estava com muita saudade de mim. Corta o coração! É por isso que quando chego em casa ela fica o tempo todo comigo.
Mas pense positivo: A Nathalia está sendo bem cuidada, está desenvolvendo direitinho e aprendendo muito na creche. Só o fato de vc saber que ela está bem, já compensa o esforço! Dói mais é nagente!

Beijos e bom final de semana!!!

Liliane disse...

Ai,amiga,essa é a angústia de toda mãe q trabalha fora,por mais q a gente faça,sempre achamos q é pouco,pq nos culpamos tanto de passar o dia longe...
As vezes penso q a mulher lutou tanto p/ter os mesmos direitos q os homens,para chegar no final e descobrir q o q ela queria mesmo era ficar em casa,cuidando dos filhos,kkkkkkkkkkkk
Bjus amiga e bom findi!

Fernanda disse...

Oi,Danny!Esse ano eu estou sendo mãe em tempo integral.Até os 2 anos ela ficava com a babá, depois ficou mais 1 ano e meio com a minha mãe e no final do ano passado eu parei de trabalhar.No começo foi bem dificil, pois nem eu, nem ela estavamos acostumadas com essa rotina. Mas hoje é maravilhoso,estou muito feliz em casa com a minha pequena. Sinto falta do meu salário é claro, mas em troca estou vendo a minha filha crescer bem de perto, participando das suas descobertas.
A Isa nunca foi pra creche, mas é super inteligente, esperta, extrovertida (até demais).
Acho que escrevi demais!
bjs
Fernanda

naninha disse...

O... Dany...

Nao tem nada no mundo q explique p os outros o q é acordar uma criança, trocar, por uniforme.. enqunato nosso coraçao implora por um tempo a mais com ela...
A gente sofre... e nao ha quem entenda... é dor de culpa... de saudade... de medo de star fazendo errado... dor de raiva por precisar deixar o filho para ir ganhar o pao de cada dia, quando teu melhor alimento esta ali, sonolento e carinhoso...
Mas o mundo em q vivemos nao vive so de amor... ele é pratico... concreto... feito de dinheiro, comida, roupa e tudo mais... e nao ser capaz de suprir a sobrevivencia dos nossos filhos deve doer mais ainda do que separar-se das crianças todas as manhas... ver teu filho chorar de fome... ou de frio... ver teu filho doente e nao ter um medico para atende-lo... ver ter filho dormir no vento, sem brinquedos, sem comida na panela, sem cama, sem roupas... isso deve doer mais ainda... muito mais amiga... muito mais...
Voce se separa de sua filha e sofre... (e doi mesmo), mas é dos males o menor... pois ela é tao feliz na creche (da p ver pelas fotos!) e voce tem um emprego digno q te ajuda a por comida na barriguinha dela... ajuda a comprar as roupinhas que ela precisa, ajuda a dar a ela proteçao, cuidado, educaçao... enfim... hoje ela pode nao entender... mas todos os segundinhos que voce passa com ela certamente curam toda a saudade do dia inteiro... e quando ela for mais velha e tiver seus filhos ( q serão LINDOSSSS!) e precisar acorda-los para ir trabalhar... ela entenderá o quanto vc a amava naquelas manhãs chuvosas enquanto esquentava sua mamadeira morrendo de vontade de largar tudo... ela entenderá... e saberá que foi por amor... e nunca por descaso... ela entenderá. E sentirá o teu amor por ela...
pq o dinheiro compra cousas que acabam logo, mas o amor constroi coisas para a vida toda... Porem... sem dinheiro, não há sobrevivencia digna nesse mundo... e com teu trabalho, vc proporciona para ela a sobrevivencia q ela precisa... o amor amiga... esta em todas as coisas... ate numa mae que acorda sua filha e a veste com o uniforme, pois precisa ir trabalhar... o amor está em tudo...

Um abraço carinhoso e verdadeiro, para voce minha amiga... nao chore... Deus te deu moedas e é tua responsabilidade faze-las se multiplicar...

teu trabalho é digno, tua vida é honrosa... e teu sustento é garantido graças a ele... entao... maos a obra! Deus te deu... e o q vc fará com o q Ele te deu? Multiplique amiga... multiplique!

O amor nao é contra o dinheiro... nem o dinheiro contra o amor... pois o amor está em tudo...

bjos ,

saudades...

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Oi Danny, desculpa a demora em comentar aqui...mas essa semana foi corrida demais e hoje que estou conseguindo visitar os blogs amigos... Que bom amiga, fiquei muito feliz por você ter ganho e essa semana já vou colocar no correio. Vou te passar o numero do envio pra voce poder acompanhar ok?
Agora, quanto ao seu post, amiga, eu tambem passei por esse problema...ter que trabalhar pra criar o meu filho...o pai dele foi embora e me deixou sózinha pra cria-lo, entao voce imagina a dificuldade que foi né? Mas olha, vou te dar um conselho...não fique triste por isso, porque vale muito a qualidade de tempo que voce tem com sua filha...quantas maes tem tempo e não fazem o que deveriam né? Sei que a sua vontade era estar todo momento junto dela...assim era eu tambem com meu filho, mas Deus sabe de nossas necessidades amiga e a mão Dele com certeza sempre esteve e sempre estará em nossas vidas...
Bjs e lindo final de semana
Mais uma vez obrigada por estar comigo no primeiro ano do meu blog..pra mim foi muito importante..

Priscila disse...

ai amiga eu tambem tenho esse mesmo desejo, por mim ficava em casa com minhas filhotas...mas não dá...é a vida né...bjks

mamãe camila disse...

oi amiga!
posso assinar em baixo deste post e dizer que o texto é meu????
eu sinto tudo igualllllll, tb queria não trabalhar, por favorrrrr, quero ficar com minhas filhas!!!!!!!!!!!!!!!!!!
masssssss, temos que trabalhar né? vamos curtir todos momentos com elas e beijar beijar, amar, amar muito elasssssssssss
bjcoas e boa semana!!!

Monalisa disse...

Adorei o seu blog!
Sobre o post, ser mãe é muito contraditório. Eu tenho amigas que ficam em casa e que querem trabalhar, outras que trabalham e querem ficar em casa com os filhos. Eu tenho uma filha de dois anos e meio. Até maio desse ano trabalhava fora, cumprindo a jornada de 44 horas semanais, e ela ficava na creche. Também sofria muito, mas sempre acreditei estar fazendo o melhor. Agora eu continuo trabalhando, abri uma empresa com o meu marido e Deus tem nos abençoado muito. E é muito bom poder fazer os seus horários, dar atenção a filha e ainda ser útil com o meu trabalho. Acho que temos sempre que buscar o meio termo.
Beijos
http://simplesmentemonalisa.wordpress.com

Rafaela disse...

Danny você é uma fowfa... imagino sua carinha e da sua Nathalia a cada despedida, rs.

Eu não vou ser chata em dizer que é necessário e é bom, pq isso vc já sabe, apenas quero dizer que te entendo perfeitamente e que esse sentimento é suuuper normal.

Curta cada momento

Maira disse...

Querida assim como vc. e todas a pessoas que comentaram sei bem o que é "essa dor", tudo o que queria ti dizer já foi dito nos posts anteriores, por isso pare de se culpar, vc. dá o melhor pra sua pequena que é o amor, até no gesto de deixa-la na creche e ir trabalhar, vc. a deixa em um lugar que sabe que está sendo bem cuidada, não está em qq. lugar e com qualquer pessoa.
Sei que muitos dizem que parece desculpa esfarrapada de mãe que trabalha fora mas eu sinceramente acho que o qu importa é a qualidade do tempo, muito mais que a quantidade.
Bjs.

Nina disse...

Querida!

A gente sempre sofre, não é? Mas olha, quando eu era casada eu passava muito tempo com a minha menina, minha vida era muito em função dele e acredite-me... Agora é bem melhor, para nós duas. Tem textos no meu blog que falam sobre isso, lê lá, rs (coloquei os links abaixo)!
Você está dando a ela o melhor exemplo, de independência, do valor do trabalho e também dando a ela a oportunidade de desenvolver a própria personalidade. É um processo dolorido, bem sei... Mas é de crescimento!

beijo grande!

http://meninadecachos.blogspot.com/2009/05/tao-longe-tao-perto.html

http://meninadecachos.blogspot.com/2009/03/quando-nao-estamos-juntas.html

http://meninadecachos.blogspot.com/2009/04/pipas-no-ceu-de-abril.html

http://meninadecachos.blogspot.com/2009/08/ausencia.html

Bárbara disse...

Minha querida!!!
Passei o fim de semana off line.rrss

Vi hj seu post..
Acrdite..meu coração tbm está assim, há uns 3 anos.. desde os 7 meses da Alissa..
Tbm gosto de trabalhar mas se pudesse largar tdo prá ficar Alissa acredite..largaria..
Chega fim de semana Alissapula..prá lá e prá cá.. e na segundona tá com aquela ressaquinha..rrss
Hj cedo ela assim.. mamou comos olhos fechados.. e eu torcando ela.. acabou largou a copo .. mamadeira.sabe.. e falou.MAMÃE..TO COM SONO..
é q nem uma facada acredite..
Mas fico tranquila.. de saber q ela gosta e muito da escola e q nos final do dia nos vemos de novo !!
LINDA AS FOTOS DA NATHÁLIA...
BJ

Bruna disse...

Oi Miga, imagino o quanto vc sofre... foi dificil pra mim largar o emprego, as amigas, o salario... mas valeu muito apena... não me arrependo...ver a Barbara crescer de perto, conseguir participar de todas as fases é maravilhoso e apesar dela não ir pra creche, nossa como ela desemvolveu rápido, é muito esperta, fala super bem pra idade de 1 ano e 8 meses, entende tudo que ve e ouve..., nossa é inteligente até de mais... mas é isso cada um de um jeito e todos felizes, força tudo vale a pena. Bjos saudades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...