terça-feira, 25 de outubro de 2011

Decisão tomada!

Estamos chegando ao final de mais um ano, mas pra mim está sendo bem diferente, uma ansiedade tem me acompanhado, depois de 13 anos na empresa onde trabalho esse é meu último ano, vou trabalhar somente até final de Dezembro e a partir daeh minha vida terá um rumo novo.
Não sei como será ficar em casa depois de tanto tempo trabalhando fora, eu simplesmente amo ficar em casa com a Nathalia mas não sei como é ficar em casa dependendo do dinheiro do marido né, rs, que Deus me ajude a aguentar!!! rs
Pra falar a verdade eu me arrependo profundamente de não ter saído do trabalho quando a Nathalia nasceu, perdi muito da sua primeira infância, mas tinha medo e como consegui uma creche pública excelente e que era integral fiquei mais tranquila e apesar de toda a tristeza que me acompanhou naqueles dias eu consegui superar e voltar ao trabalho.
Agora a situação é outra, minha pequena está saíndo da creche, está indo para o primeiro ano na escola e não quero colocá-la numa escola integral, a vida toda ela acordou cedo e ficou o dia todo na creche, não quero mais isso pra ela não.
Não tenho uma pessoa para ficar a parte da manhã toda, dar almoço, levar e buscar da escola, por isso vou abrir mão do trabalho e vou eu mesma cuidar da minha pequena, e apesar do medo estou muuuito feliz com isso.
Algumas pessoas me dizem: Vc é louca! Largar um emprego de 13 anos pra ficar em casa cuidando de filho, logo eles crescem e não querem mais saber da gente! Vai ficar em casa dependendo de marido!
Eu até já pensei em tudo isso, mas a acho que preciso desse tempo e dessa dedicação total a Nathalia.
Uma amiga me disse que é muito ruim ficar em casa dependendo do marido mas que compensa pelo fato de estar com os filhos, ter mais tempo pra eles, tudo tem um preço e o preço de ficar com os filhos é a situação financeira que tem que ser mais contida.
Sinceramente!!! Eu prefiro pagar o preço de depender do marido, de gastar menos com roupas e brinquedos e ter mais tempo pra Nathalia, do que o preço que tenho pago a quase 05 anos de não curtir tanto o crescimento da Nathalia, de não poder acordar com ela, preprarar o café da manhã e ver um pouco de desenho com preguiça no sofá, de ter que chegar em casa depois do trabalho e ter que ficar fazendo tudo na correria para ter um pouquinho de tempo para brincar com ela e depois ir dormir morrendo de remorso por ter chamado a atenção dela e no outro dia ter de ficar longe o dia todo.
Acho que a licença maternidade deveria durar uns 10 anos, rs!
Pode até ser tarde para me dedicar a ela, pode até ser que um dia ela cresça e me de um pé na bunda (como diz o meu chefe contrariado com a minha saída), pode até ser que vou me estressar de não poder comprar tudo de bonito que meus olhos enxergarem, rs, mas quer saber??? Estar com ela é que importa, o bem estar dela é o que me interessa, ela é a prioridade na minha vida!
Marido apoia 100%, então:

VIDA DE MÃE INTEGRAL E AMÉLIA AQUI VOU EU!!!

24 comentários:

Maira disse...

Querida juro que ti entendo, e pode parecer frase feita mas pra mim nunca é tarde pra nada, se é o que vc. realmente quer, então bora ser feliz, e essa estória dela crescer e ti dar pé na bunda, pense assim, vc. está fazendo POR VC., não importa o futuro....vai ser uma experiência ótima e depois se passar uns anos a Na crescer mais nada impede que vc. volte a trabalhar novamente.
Parabéns por ter coragem !!!

Bjs.

Mamãe do Matheus disse...

Oi amiga!
Parabéns pela sua escolha!
Eu fiz isso e até hoje escuto:
Vc é louca! Largar um emprego pra ficar em casa cuidando de filho, logo eles crescem e não querem mais saber da gente! Vai ficar em casa dependendo de marido!Bem capaz!
É eu diria que essa independência toda da mulher é culpa de nós mesmas,que quisemos ser igual ou até mais que os homens.
Acho que é muito importante para nossos filhos serem cuidados por nós mesmos.Muita mãe terceiriza a educação do filho e daí depois que ele cresce mal sabe o gosto ou até mesmo o jeito de lidar com o filho pq nunca passou pela experiência de ser "Amélia"..rs*
Amiga..estás apoiada!Claro que não é o céu ficar em casa lavando,passando e cozinhando...mas só de estar junto com nossos pequenos e os ajudando nas tarefas da escola já é o ouro,né?!
Ano que vem o Matheus também vai para o 1ºano e daí sim que ele vai precisar mais da gente nessa nova fase da vida dele.
Não sou contra as mães que trabalham,mas acho injusto os pobre dos bichinhos terem que ficar longe delas desde tão cedo né?!
E quer saber?Quando te falar isso de novo...manda catar coquinho!kkkkkk
Seja bem vinda ao clube das Amélias!
Beijão pra vcs!

Aline Cristina Rodrigues disse...

Flor me perdoe a ausência aqui no seu blog viu. Pois além da ausência, eu não estava conseguindo postar aqui. Eu te apoio 100% e concordo, pois só quem é mãe que entende o que fazemos por eles né. Boa sorte, que Deus te abençoe. Nathalia deve estar feliz da vida né, tb pudera rs. Eu infelizmente não posso fazer isso, pois meu namorido depente de mim. Mas, te apoio e admiro sua decisão.
bjs,

Micheli disse...

Oi, Danny. Fiquei muito feliz com a notícia!
Eu entendo bem você.
Estou terminando os últimos álbuns de eventos já realizados e agora cada vez mais quero ter tempo para a pequena, sem precisar me dividir. Até por isso tirei ela da escola nesses últimos meses, pois achei que ela estava cansada e, como vai para a escolinha desde bebê, merecia esse tempo. E eu também. Parei de pegar contratos, frilas, vou deixar isso para ser algo de vez em quando e dentro do meu tempo com ela e a pequena retorna para a escola meio período apenas ano que vem como sempre foi.
Entendo bem o que é passar aperto, desde que fechei o meu escritório aí e acompanhei o marido no novo emprego, em nova cidade, temos penado muito. Não tenho mais o meu salário e isso faz falta. Ficamos apertados, no vermelho, mas ainda assim, é um preço que eu pago para estar perto da minha pequena. E tem valido muito a pena toda essa dedicação, estar perto, curtir tudo de pertinho!
Não acho que está tarde, não. Sim, talvez você tenha perdido algumas coisas, mas outras virão daqui para frente e você estará pertinho dela e sentirá todo esse gostinho. Vale muito a pena, amiga. Se sentir falta de se ocupar por estar acostumada a trabalhar, depois você repensa algo em meio período.
Beijos!

Heloísa disse...

Dany,
Achei fantástica sua decisão. Realmente ficar o dia inteiro longe de uma criança pequena é bem difícil.
E se você tem a chance de ficar só em casa, está ótimo. Poderá cuidar bem dela e acompanhar seu crescimento.
E vai perceber quando deverá voltar, talvez em meio período.
A Nathalia vai adorar sua decisão.
Beijo e boa sorte.

Aline e Júlia disse...

Dani fiquei muito feliz com sua decisão, as pessoas falam e falam , mas só vc sabe o que te deixa feliz, e se é ficar ao lado da tua foilha e cuidar datua casa que assim seja! claro que adaptações relacionadas aos dinehiro deverão ocorrer, ams nada mto grave a qualidade de vida é que conta! e se isso te fara mais feliz que seja assim né! mais tarde se sentir falta pode arrumar um emprego de meio periodo ou fazer algo em casa.. ah alguma maneira vc acha, mas tenho certeza que a Natalia adorou, e uma mae dedicada que educa seu filho nunca levara um pé na bunda pode ter certeza!

miga parabés pela sua deciaão não se arrependa de nada pois nascemos para sermos feliz..e é só isso que importa!

bjus

Juliana disse...

Danny, Parabéns querida!!!! Parabéns pela coragem e determinação!
Não é fácil fazer isso que você está fazendo. As dúvidas, de vez em quando vão voltar a sua cabeça. Mas vale muito a pena!!
Não fique pensando que é tarde não! Nunca é tarde pra gente fazer o que nosso coração manda!
E,olha, digo de coração, que sempre admirei a forma como você cria a Nathalia. Você trabalha fora, mas percebemos o quanto se dedica a sua filha. Minha mãe trabalhava fora e nunca me senti abandonada por ela.
Porque há uma diferença entre trabalhar fora e preferir trabalhar fora que cuidar de seus filhos. Tenho um casal, que adoro aliás, mas que trabalha muito a semana toda. E a filha fica na creche. Muitas vezes tive que tomar conta da menina, pra eles irem trabalhar. Ir quando eles tiraram férias esse ano, foram pra Europa e deixaram a bichinha na casa da avó, sozinha.
Sinceramente, chorei de dó dela. Porque quando os pais tiram férias, preferem ficar longe dela. Pra mim foi de cortar corAÇÃO!!
Parabéns querida. A Nathalia vai adorar. E o dinheiro, você vai se acostumando aos poucos. É difícil, mas a gente aprende a levar!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

Cristiane disse...

Ih eu larguei e graças a Deus meu maridinho é um amor.agente tbm deve ter consciencia dos gastos ne. Mas como vc mesma disse é pela sua filhota e vc não vai se arrepender porque os filhos de hoje estão precisando ser educados por pais, MÃES!!!! hoje trabalho so 3 hs por dia e estou bem... Cris

Fernanda disse...

Danny, faz uns 3 anos que eu estou nessa vida e não me arrependo. E nessa fase que ela vai enfrentar no ano que vem (o 1º ano), tu vai ver, como elas precisam da gente.A Isa está no 1º ano e é tema todo dia, tem festinhas, apresentações, comemorações e é muito bom poder participar de tudo. Fora o levar e buscar todo dia no colégio, é muito bom saber o que esta se passando com eles.
E agora o Felipe com 9 meses sou eu que cuido de tudo pra ele e ás vezes me sinto culpada de não ter pego essa fase da Isa, mas acho que mãe se culpa sempre mesmo, rs.
bjão

Cléo disse...

Prima...
Tudo tem seu tempo e nunca é tarde pra nada nessa vida. Aproveita e não sabemos os planos de Deus na nossa vida. Dedique-se, curta, brinca, dorme e se depois tiver vontade de voltar ao trabalho novamente, volte, pois tudo na vida da gente é uma fase, tudo passa e fica as lembranças. Se optou nesse momento por isso VIVA, o amanhã a Deus pertence. APOIADA. Beijos e saudades.

Paula disse...

parabéns Dany, acho que toda mãe que trabalha fora tem vontade de fazer isso.

é dificil depender do marido quando esta acostumada ter seu próprio dinheiro, mas nada impede se quiser voltar a trabalhar mais tarde.

a Nathalia deve ter adorado a noticia né?

beijos

Adriana disse...

Parabéns pela decisão e...que coragem!!!!

Isso só tem a acrescentar na vida de vocês.

bjs

Diário da mãe e da filha disse...

Amiga, vou ser sincera Parabéns pela escolha. Claro que é bom ganhar o próprio dinheiro, mas sabe ser mamãe e ficar em casa curtindo o filho é bem melhor, rsrs.
Você tomou uma atitude certa e só pessoa corajosa faz isso é verdade!!!
O marido te apóia 100% eu também e as meninas aqui do blog também né? rs.
Aproveite muito, curta muito e eu tenho que discordar dessa pessoa que te disse que os filhos crescem e esquecem. A Ingrid tem 12 anos e me ligam de hora em hora no trabalho para saber se estou bem, ela prepara alguma arte, desenho ou um abraço gostoso quando chego do trabalho. Vejo que ela me tem além de mãe uma amiga. Amo essa relação que tenho com a Ingrid e que provavelmente você terá com a Nathalia.
Mais uma vez Parabéns pela atitude!!!
E mais uma coisa pense assim. Nunca é tarde para fazer o que o coração manda

Beijos

mamãe camila disse...

amiga, MORRIIIIIII de inveja (da boa claro) agora...tdo que eu queria...mas realmente não posso financeiramente, meu marido apoiaria, mas não dá...
vc ta certa, e sem tem condições, vá em frente! não dê bola para o que os outros falam...
bjs e seja feliz!!!!!

Juliana disse...

Oi Flor!!!
Olha, dá um trabalhão e as vezes chega a ser irritante a dependencia financeira do marido, mas eu amo cuidar de Clara! E o estresse maior de depender do dinheiro dele é mais minha, ele nao se importaa e nunca falou nada que deixasse triste, pelo contrario ele me elogia muito e me apoia.
É maravilhoso ser mae o tempo todo, poder estar pertinho sempre, acompanhando tudo e ser a primeira a saber de tudo! rs
E acho que o comentário que fazem de que quando eles crescerem vao nos abandonar e bla bla bla, depedne muito. Pode ser o contrario, qunado eles percebem o valor da famlia, o valor de mae de verdade, nao tem nada que pague a valorizaçao que eles terão de como é ter um mae que dedicou boa parte da vida a eles.
E, pode ser que voce volte a trabalhar né? Muito bom voce passar pelos dois lados!
Eu amo ser mãe em tempo integral!
=)

B
eijao!

Juliana disse...

Vou torcer pra dezembro chegar logo, viu amiga? E quero ver seu lindo post contando sobre as delícias de estar com a Nathalia o tempo todo!!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

Chris Ferreira disse...

Oi Dani,
como eu te entendo! Eu trabalho pertinho do meu trabalho, tenho uma ajudante, as meninas já estão na escola a um tempo e mesmo assim eu queria estar com elas em tempo integral! Se é o que você quer, vá atrás de ser feliz! E você não precisa parar de trabalhar para sempre.
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Mamãe Cristã disse...

Amiga, eu te apoio!! Imagino o turbilhão que está a sua cabeça, afinal não é uma decisão fácil, mas tenho certeza que vc está seguindo seu coração e isso que importa! Essa história de "depender" do marido é bobagem, afinal vcs são casados, são um só, e o que é de um é de outro, pelo menos aqui em casa funciona assim! Acho que vc vai ser mto feliz com sua nova decisão e a Nathalia mais ainda! Beijos amiga e que Deus te abençoe!

Andressa Milani disse...

Eu amei a sua decisão... agora quando eu precisar fazer alguma coisa fora já tenho quem fique com o Fabrizio para mim, heheheh. Olha só que interesseira. Se eu pudesse também não voltava mais ao trabalho depois que meu pequeno nascer... mas se eu fizer isso nós dois morremos de fome, hauhauha. Acho que você está certíssima, ainda mais com o marido que vc tem, super parceiro. Bjus mana

Liliane disse...

Danny,sei como vc deve ter pensado e repensado isso,milhões de vezes,rsrsrs estou nesse dilema desde maio quando tive de voltar de licença,agora do segundo filho.,mas fico muito feliz por vc ter conseguido chegar numa decisão e acho que vc não vai se arrepender,e depois toda experiência é valida,tem mais que tentar e ser muito feliz,sendo mãe, Amélia,kkkk
E faz um post sobre como a Nathalia reagiu,fiquei curiosissima!!
Beijossssssssss

Patrícia Angélica Gonçalves Pereira disse...

Amiga, confesso que meu sonho é poder ficar em casa cuidando dos filhos, da minha casa, do meu amor e de mim. Infelizmente com marido desempregado fica impossível, mas tenho fé que um dia conseguirei. Tenho certeza de que você tomou a decisão certa e que dinheiro nenhum nunca superaria a felicidade de estar ao lado da Nathalia tempo integral! Estou muito feliz pela Nathalia que terá a mãe ao seu lado.

Bjs

Priscila Sérvulo disse...

Oi Danny! Minha mãe me contou sobre sua decisão e passei aqui para vê-las. Como a Nathalia está linda e grande! É uma decisão corajosa, e acho que vc nao vai se arrepender nem um pouquinho. E o melhor: (quase) nenhuma mudança é eterna. Vc pode mudar novamente o rumo se encontrar outra fórmula melhor!
beijos, ótima sorte,
Pri

Jair da Silva Souza disse...

Esta é a melhor decisão que uma família pode ter em relação aos seus filhos, fique com a benção de Deus.

Jair da Silva Souza disse...

Esta é a melhor decisão que uma família pode ter em relação aos seus filhos, fique com a benção de Deus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...